ParóquiadaMaia

VICENTINOS - UMA AJUDA QUE PRECISA DE AJUDAS

A sociedade tem de estar atenta às novas formas de pobreza que se apresentam.
Esta Sociedade está presente em todo o território nacional, implementados nas dioceses, não em todas as paróquias, mas prestamos especial atenção às comunidades onde não existe assistência social. Esta realidade confere uma visão ampla sobre o quadro da pobreza nacional.

A pobreza anda em todas as dioceses, assume sim diferentes formas.
Nas cidades do litoral a pobreza manifesta-se nos toxicodependentes, nos sem abrigo e na prostituição. No interior, os vicentinos, percebem a pobreza na desertificação, que conduz ao isolamento das pessoas idosas.
A grande fatia do seu trabalho é desenvolvida junto das grandes cidades e também de vilas e aldeias mais populosas.

A acção da Sociedade São Vicente de Paulo é a primeira ajuda, que resolve no imediato um problema da pessoa carenciada, mas que encaminha para um projecto de vida com respostas a longo prazo. Um trabalho contínuo e que os Vicentinos apostam em fazer mas que também ele, precisa de ajudas.


A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) foi fundada em Paris, em 1833, pelo advogado francês Frederico Ozanam, sob a invocação do Patrono da Caridade, São Vicente de Paulo.

A SSVP é uma organização católica de leigos, que privilegia a visita domiciliária, acompanhando dezenas de milhares de pessoas em situação de doença, marginalidade, com carências económicas ou vítimas de solidão, nomeadamente, crianças com problemas, toxicodependentes e suas famílias, prostitutas, reclusos e suas famílias, desempregados, idosos e membros de minorias étnicas.
Para além dessa actividade domiciliária ainda dirige e mantém lares e centros de dia, infantários e colónias de férias.

A SSVP em Portugal tem cerca de 12 000 membros distribuídos por 1000 Conferências. Estas Conferências encontram-se associadas por 22 Conselhos Centrais.

2011-03-31 | Dinis Barbosa

Outros artigos

Somos todos solidários

José Sousa | 2014-03-15

A campanha deste mês, vai decorrer de 11 a 17 de Março, e conta com o apoio de vários estabelecimentos que amavelmente se prontificaram a ser postos de recolha das ofertas de todos os que queiram colaborar.
Muito obrigado!

Carlos Costa | 2012-10-21

As campanhas mensais de recolha de alimentos têm sido um sucesso. A Conferência Vicentina lançou o apelo, e a comunidade tem respondido com um enorme sentido de solidariedade.
Não há futuro sem solidariedade

D. Dionigi Tettamanzi | 2012-10-15

O texto seguinte, retirado do livro \"Não há futuro sem solidariedade\" do antigo Cardeal Arcebispo de Milão, D. Dionigi Tettamanzi, é um testemunho tocante de uma jovem de Milão (...)
Campanha dos 20

José Manuel Dias Cardoso | 2011-04-03



Paróquia da Maia © 2014
pdj@paroquiadamaia.net
redacao@paroquiadamaia.net